LIDERANÇA X CINEMA

Paralelo entre bons e maus líderes assistindo filmes

bom-homem-mau-87683674

BONS EXEMPLOS

SOCIEDADE DOS POETAS MORTOS –John Keating (Robin Williams), exemplo de um líder disposto a quebrar paradigmas e estimular o senso criativo e intelectual dos colaboradores.

GUERRA NAS ESTRELAS- Mestre Yoda, exemplo de paciência e serenidade na gestão de crises.

CORAÇÃO VALENTE – Willliam Wallace (Mel Gibson), exemplo de um líder motivador que luta ao lado dos colaboradores e está disposto a dar seu sangue por um ideal. Lembrando que ele não se autodenomina “líder”.

ROBIN HOOD – Robin Hood (Kevin Costner), exemplo clássico de um líder que luta pela igualdade, também ao lado de seus colaboradores. Neste caso, ele também não se autodomina líder.

MAUS EXEMPLOS

O GRANDE LEBOWSKI – Jeff Lebowski (Jeff Bridges), exemplo de um líder descontrolado, desorganizado, sem estratégia e insensível com seus colaboradores.

O DIABO VESTE PRADA – Miranda Priestly (Meryl Streep), exemplo de como humilhar colaboradores e não explorar o potencial deles.

O PODEROSO CHEFÃO – Vito Corleone (Marlon Brando) e Michael Corleone ( Al Pacino), exemplos de como liderar através do medo e privilegiar quem se submete a regras autoritárias.

 

Abraços, até a próxima

Autor: Wilson Ferreira

Formado em Gestão de Recursos Humanos, Graduando Administração de Empresas e Pós-Graduando em MBA em Liderança e Coaching na Gestão de Pessoas. Venho aprofundar o estudo teórico e prático na área de administração de empresas, recursos humanos e gestão de pessoas. Oferendo aos participantes métodos e ferramentas capazes de envolver as pessoas nas estratégias e objetivos da empresa, considerando as transformações da sociedade contemporânea e as mudanças de paradigmas enfrentadas pelas organizações.

Deixe uma resposta