A parábola do relógio perdido

RELOGIO-PERDIDO-700x525

Certa vez um fazendeiro perdeu um valioso relógio no celeiro. Preocupado ele procurou por todo feno mas não obteve sucesso.

Insatisfeito com a perda ele apelou a um grupo de crianças que  brincavam do lado de fora do celeiro. Prometeu a elas uma recompensa a quem encontrasse seu relógio.

As crianças em alvoroço correram para dentro do celeiro e em meio aquela algazarra entraram no meio de toda a pilha de feno, mas não conseguiram encontrar o relógio.

Cansados os garotos logo desistiram dando-se por vencidas e convencidos, juntamente com o fazendeiro, de que o relógio não estava lá.

Vendo aquela cena uma criança que a tudo assistia, aproximou-se do fazendeiro e pediu a chance de ficar sozinha no celeiro e em silêncio.

O fazendeiro logo pensou, porque não? Afinal seria uma nova tentativa.

Depois de um tempo, após entrar sozinho no celeiro, o garoto saiu com o relógio em suas mãos.

O fazendeiro feliz e surpreso ao mesmo tempo, perguntou como ele havia conseguido encontrar o relógio, já que todas as outras crianças não conseguiram.

E o garoto então respondeu:

-Apenas fiquei em silêncio para escutar o tique-taque do relógio e fui até ele.

Quando quisermos achar respostas, soluções… devemos silenciar, para acalmar nossa mente, tirando-a do alvoroço da procura, que acaba nos levando a ansiedade, que cada vez mais, nos distancia das respostas e soluções certas.

Uma mente em paz pode pensar melhor do que uma mente confusa. Dê alguns minutos de silêncio à sua mente todos os dias e veja o quanto isso lhe ajuda a definir a sua vida, da maneira que você espera que ela seja!

Pense nisso e viva melhor!

 

A IMPORTÂNCIA DO AUTOCONHECIMENTO PROFISSIONAL E PESSOAL

autoconhecimento

O autoconhecimento permite que você descubra suas qualidades, capacidades, bem como seus pontos que devem ser melhorados.

Investir em autoconhecimento é designar esforços para conhecer a si mesmo e a suas emoções. É descobrir suas qualidades, capacidades, bem como seus pontos que devem ser melhorados. Além disso, é também saber lidar com isso tudo e encontrar as oportunidades para se autodesenvolver.

É ainda perceber e conhecer o mundo ao seu redor, lembrando-se sempre das pessoas que estão próximas a você. Realizando todas essas coisas, as chances de ter sucesso na vida pessoal e profissional serão ainda maiores.

Autoconhecimento Pessoal

Quando a pessoa desenvolve o autoconhecimento, ela toma consciência das suas metas, desejos, objetivos e propósitos, repensa suas atitudes, fortalece suas qualidades, enfrenta as eventuais mudanças de cabeça erguida, repensa suas atitudes, potencializa sua coragem, reconhece e aceita suas emoções negativas e trabalha para que elas sejam modificadas.

Todo esse processo permite que o indivíduo cresça e conheça a sua essência, alcance uma melhor qualidade de vida e bem-estar e adquiria autonomia sobre a sua vida, sua história e seus objetivos.

Autoconhecimento Profissional

A importância do autoconhecimento profissional é acima de tudo, acreditar que é possível alcançar aquela etapa tão desejada. É saber que o único responsável pelo seu sucesso na carreira é você.

É por isso que cada indivíduo tem que buscar perceber quais são seus pontos positivos e aqueles em que devem ser melhorados. Isso quer dizer que a pessoa deve buscar aprimorar suas habilidades e competências para poder contribuir de uma melhor forma dentro da organização em que está, ter segurança para tomar decisões, para realizar tarefas e otimizar resultados.

A busca pela potencialização e otimização desse processo exige muita determinação, foco, paciência, perseverança e vontade de se desenvolver, para assim alcançar seus objetivos.

Quando se busca o autoconhecimento, a pessoa busca soluções para o crescimento. Nesse momento começam a aparecer oportunidades, mas o melhor é que esse indivíduo começa a percebê-las e ver que é possível fazer de uma ocasião passageira, uma realidade.

O mais importante é determinar os objetivos e metas e estar disposto a enfrentar tudo que for necessário para alcançar o sonho tão desejado. É também ter foco no positivo e saber que é possível conquistá-lo se você acreditar e trabalhar para transformá-lo em realidade.

O autoconhecimento é fundamental para capacitar e auxiliar o profissional a alcançar resultados extraordinários e obter uma experiência cada vez mais profunda em sua área de atuação, realizando assim, seus próprios objetivos e ajudando a empresa a crescer no mercado de trabalho.

Como o Coaching auxilia no autoconhecimento

Cursos de Coaching ensinam várias técnicas de autoconhecimento utilizando conceitos psicológicos e filosóficos. Por meio da metodologia, aprendemos porque funcionamos de certa forma e como podemos melhorar nosso comportamento de acordo com nossos objetivos. Assim, é possível traçar metas com clareza e ultrapassar barreiras pessoais e profissionais com muito mais facilidade e eficiência.

O autoconhecimento é talvez a maior das ferramentas pessoais e profissionais, pois ela permite que possamos atingir resultados extraordinários, além de nos tornar verdadeiros líderes, que sabem a hora certa de assumir responsabilidades e, na mesma medida, entendem quando delegar é mais eficiente para sua equipe de trabalho na busca pelo resultado final satisfatório.

Por José Roberto Marques

Disponível em:

http://www.ibccoaching.com.br/portal/coaching-e-psicologia/importancia-do-autoconhecimento/

 

Líder, a fofoca vai destruir a sua equipe e a culpa será sua

Man Talking in Other Man's Ear

Para ter uma equipe produtiva é fundamental que haja harmonia. Muitas equipes estão sendo destruídas sem que o líder consiga entender o porquê.

Imagine a cena: um grupo de pessoas sentadas em uma mesa de bar. Conversa vai conversa vem e aparece o seguinte comentário: poxa, fulano é um saco, só faz coisa errada.

Sem que as pessoas se deem conta, iniciou-se ai um processo de degradação da equipe. Se os demais membros do grupo assumirem a frase como válida, automaticamente o “fulano” começará a ser depreciado pela equipe.

Depois de algum tempo, sem que ninguém perceba, esse comportamento (de criticar o fulano) já se tornou hábito, e todos o fazem, sem nunca terem conversado com o fulano ou nunca terem dado algum feedback para ele sobre a percepção em relação ao trabalho que ele faz ou a algum comportamento que ele tenha.

Com o passar do tempo, o clima na equipe piora, os problemas de comunicação começam e gerar problemas nas atividades desempenhadas e o desempenho da equipe desce ladeira abaixo.

Essa é a característica da fofoca no ambiente de trabalho: Ela envolve as pessoas, derruba os parâmetros do profissionalismo, contamina a equipe, afeta a qualidade do trabalho e piora o clima organizacional.

A fofoca no ambiente de trabalho pode ser devastadora e destruidora. Um comentário maldoso, uma frase fora de contexto ou mal elaborada ou mesmo um olhar podem ser mal interpretados, gerando conflitos desnecessários.

A sabedoria diz que a fofoca é um dos males que tem alto poder para destruir relações. Quase sempre vem de pessoas ligadas aos envolvidos, formulada com desonestidade e covardia e sem chances de defesa.

Líder, você é a solução

É nesse momento que a presença do líder é fundamental para garantir a qualidade e o crescimento da equipe.

A liderança deve ser sensível a esse tipo de comportamento e identificar quando as brincadeiras começam a se tornar fofocas e começam a denegrir as pessoas e alcançar o potencial de destruir a produtividade e a equipe.

Quando a liderança identifica esse cenário, está diante de uma oportunidade única para reforçar a harmonia e a integração entre a equipe.

Diante de tal situação, a primeira ação do líder deverá ser a de incentivar as pessoas a trabalhar com o feedback individual, entre os membros da equipe, se posicionando como mediador dessas conversas, de forma a evitar mais mal entendidos. Colocar as pessoas para conversar diretamente vai contribuir para que as fofocas percam força e sejam rejeitadas pela equipe.

É justamente a rápida reação do líder que vai garantir a qualidade do clima entre a equipe, contribuindo para a melhoria da produtividade e da comunicação entre as pessoas. Quanto mais demorada for a reação, maiores serão as consequências para a equipe.

Disponível em:

http://www.administradores.com.br/artigos/carreira/lider-a-fofoca-vai-destruir-a-sua-equipe-e-a-culpa-sera-sua/96133/

Sabendo lidar com as fofocas no ambiente de trabalho

Screenshot_20171204-081810~2

Sempre há alguém espalhando fofocas no ambiente de trabalho.

O melhor que um empreendedor pode fazer é cortar o mal pela raiz.

Comentar a vida dos outros faz parte da natureza humana. Quando o papo gira em torno das coisa de trabalho, a tentação de espalhar uma novidade é enorme. O convívio quase diário e a intimidade que se estabelece entre os empregados é meio caminho andado para a proliferação do ti-ti-ti. Cabe ao empreendedor saber lidar com a situação antes que o disse me disse se espalhe como um rastilho de pólvora pelos corredores, derrubando a produtividade e a motivação da equipe.

Para começo de conversa, é preciso entender os dois tipos de fofoca que costumam circular no escritório. Cada um deles requer um tipo de posicionamento. O primeiro caso é o da boataria sobre os rumos do negócio. Ela acontece quando não há clareza nem transparência na comunicação da empresa. Volta e meia ouvem-se burburinhos sobre corte de custos, fechamento de departamentos  e demissões. Pouca gente consegue trabalhar direito em meio a essas especulações. Mas a verdade é uma só: quando não existem bons canais oficiais de comunicação, as trocas vão ocorrer informalmente – ou seja, na conversinha do café e na “rádio peão”. O empreendedor deve ser transparente para minar a conversinha dos fofoqueiros. Reuniões periódicas para explicar as metas da empresa, mostrar balanços e compartilhar boas notícias  costumam ser uma forma eficiente de manter a equipe unida e mais segura.

O segundo tipo de fofoca ocorre quando um colega de trabalho fala mal do outro. Já tive de lidar com esse problema. Certa vez, numa das empresas em que trabalhei, uma pessoa da minha equipe começou a criar intrigas. Ela ficava falando mal do comportamento de um colega para o outro. Pior: tentava disseminar a desconfiança no trabalho, espalhando comentários maliciosos sobre os companheiros. Em resumo, ela inventou uma porção de mentiras. Foi péssimo. Quando todos perceberam o que estava acontecendo, cortei o mal pela raiz – demiti o fofoqueiro. Uma lição que tirei dessa história é sempre desconfiar de quem vive encontrando problemas na conduta dos colegas.

Quando isso acontece, chamo logo o linguarudo para uma conversa. Não tolero alguém que incentiva os outros a perder tempo com bobagens.

Por Bel Pesce

Fonte: Revista Pequena e Médias Empresas / Julho 2015 Edição 86

A COMUNICAÇÃO NAS EMPRESAS

comunicação

ELA NÃO É UMA SIMPLES PASSAGEM DE DADOS, FENÔMENO MECÂNICO ENTRE ESTÍMULO E RESPOSTA

Muito comuns no ambiente de trabalho, os problemas de comunicação entre as pessoas podem estar relacionados aos mais diversos fatores, como diferenças culturais, crenças, hábitos, graus de autoconhecimento, falta de tempo, omissão de informação e dificuldades de acesso dos colaboradores aos líderes e dos líderes aos colaboradores.

Os ruídos da comunicação podem interferir diretamente dentro da equipe, na empresa, no processo de transmissão de informações e na capacidade dos líderes de criar um espaço de confiança que proporcione dados importantes para o bom andamento da organização.

Antes de identificar quais são as possíveis soluções para reverter o quadro de problemas, é importante entender que o significado da comunicação pode ser diferente para cada pessoa. As palavras  podem ter conotações distintas para cada um e isso cria os milagres e os traumas da expressão, o prazer e a dificuldade, a distância ao a aproximação. Afinal, os seres humanos têm elementos em comum, mas também uma profunda diversidade e autonomia.

Muitas vezes, na dinâmica da comunicação, não entendemos plenamente as motivações do destinatário e não conhecemos a sua capacidade de elaborar a informação recebida. A nossa reflexão se concentra na importância de desenvolver plena consciência de que o destinatário da informação é um protagonista ativo, que verifica, interpreta os conteúdos da mensagem e pode aceita-la ou rejeitá-la, pois somos diferentes mesmo na comunhão de objetivos.

Para melhorar todo o processo comunicativo, é preciso que uma nova sensibilidade esteja presente no contexto empresarial.  É preciso atender às novas realidades e exigências dentro das organizações, as quais devem estar relacionadas ao fator humano e à valorização do potencial, dos relacionamentos interpessoais, do trabalho em equipe, do indivíduo como um todo e com as sua diversidades.

Todos esses cuidados terão como consequência uma atenção maior na comunicação interpessoal. Ela não é uma simples passagem de dados, fenômeno mecânico entre estímulo e resposta, mas uma troca de conhecimentos, informações, emoções entre as pessoas envolvidas.

Dessa forma, é preciso criar uma troca comunicativa que envolva elementos não mensuráveis, como a emoção, a empatia, e a experiênçcia pessoal, com evidência na complexidade dos elementos envolvidos na relação entre o comunicador, mensagem e destinatário. A comunicação é o elemento catalisador da criação dos contextos necessários para atingir os resultados estabelecidos.

Sei que é fácil dizer que a comunicação nas empresas é uma das ferramentas importantes para o sucesso, porém é difícil colocá-la em prática. O fato, no entanto, é que a reflexão sobre esse aspecto é fundamental para a solução de situações aparentemente insuperáveis. Podemos influenciar os cenários e a realidade, criando o futuro que escolhemos.

Por Eduardo  Shinyashiki é mestre em neuropsicologia, liderança educadora e especialista em desenvolvimento das competências de liderança organizacional e pessoal

Fonte: Revista Melhor gestão de pessoas / Outubro – 2017

Comunicação eficaz no Mundo do Trabalho – vídeo 1

 

Comunicação eficaz no Mundo do Trabalho – vídeo 2

A IMPORTÂNCIA DA COMUNICAÇÃO EFICAZ NAS ORGANIZAÇÕES

comunicação

Todo o profissional deve ter como um de seus princípios básicos a boa comunicação dentro da empresa

A comunicação não está ligada em apenas dizer algo a outras pessoas, mas sim, fazer com que o outro lado, o receptor, entenda aquilo que esta sendo dito, sem que haja qualquer tipo de má interpretação. É dever de quem está se comunicando assegurar que sua mensagem será compreendida de forma clara e objetiva.

Uma mensagem mal transmitida e, consequentemente, mal compreendida, pode afetar negativamente todo o ambiente de trabalho. Por isso, a comunicação eficiente é de grande importância para o equilíbrio organizacional.

Uma comunicação eficaz no mundo organizacional pode ser entendida como aquela que transforma e muda a atitude das pessoas. Se a comunicação apenas muda suas ideias, mas não provoca nenhuma atitude, então a ela não atingiu seu resultado.

E, como bem sabemos, a boa comunicação no mundo empresarial não é apenas realizada de forma verbal, em telefonemas e reuniões. As decisões clamam por documentos que as formalizem. Além disso, ferramentas de comunicação escrita (como e-mail e mensageiros) são bastante utilizadas nas empresas. Por isso, saber escrever de forma elaborada é fundamental para o desenvolvimento das demandas.

Lembre-se, um bom profissional deve saber planejar e esquematizar suas ideias para transmiti-las de forma eficiente.

A empresa e os colaboradores

É importante, no dia a dia, que os colaboradores e a empresa estejam alinhados quanto aos objetivos a serem alcançados. Sendo assim, é através da comunicação eficaz que a organização conseguirá criar uma cultura corporativa, onde cada membro da equipe entende quais são os valores, crenças e regras de conduta da empresa.

A mensagem e a individualidade de receptor

Cada pessoa tem a sua própria construção de significados que é influenciada por toda uma carga cultural adquirida durante anos. Ou seja, as pessoas não são iguais, portanto pensam e agem de forma diferente! Com isso, a forma de se expressar, a escolha das palavras, o tom da voz ou o meio utilizado na comunicação influencia a forma como o ouvinte interpretará a mensagem recebida. Devido a isso, é importante entender quem é o seu receptor!

O processo de comunicação deve estar em evolução contínua. Deve ser aperfeiçoado todos os dias. Para isso, o feedback é uma ferramenta de suma importância. Portanto, assegure-se do retorno da mensagem que foi transmitida, certifique-se se ela cumpriu com o objetivo e, de fato, gerou a atitude esperada. Caso isto não ocorra, a mensagem deverá ser transmitida novamente, dessa vez, veja como pode ser mais clara, até mesmo usando outros meios e palavras, busque entender quais são as dúvidas afim de esclarecê-las e melhorar cada vez mais a comunicação existente entre você e seu receptor.

Uma comunicação assertiva evita atritos na organização e ajuda os colaboradores a concentrarem energias naquilo que realmente importa: os Resultados Extraordinários!

Por  

Disponível em:

https://www.ibccoaching.com.br/portal/rh-gestao-pessoas/importancia-comunicacao-eficaz-organizacoes/

A Importância da Gestão Estratégica de Pessoas nas Empresas

Screenshot_20171201-110342~3[1]

 

A gestão de pessoas é uma atividade essencial para o alcance dos objetivos de uma empresa, independentemente de sua área de atuação ou de sua estrutura organizacional. Esta é uma ação relevante não apenas para a adequação às questões trabalhistas, mas também para a realização de atividades estratégicas essenciais à organização.

Benefícios da gestão de pessoas

Os departamentos de Recurso Humanos (RH) têm abandonado a concepção tradicionalista de tratar apenas das questões legais referentes ao ingresso, permanência, remuneração, férias e desligamento de funcionários. Essas funções ainda existem, e são de extrema importância às organizações, mas agora as ações do RH estão ligadas ao alinhamento do departamento às questões estratégicas da alta cúpula da administração.

Esta nova formatação possui também uma nova definição: Gestão Estratégica de Pessoas. A Gestão Estratégica de Pessoas atende às questões até então desprezadas, mas que proporcionam diversos ganhos à organização. Dentre as principais funções, podemos citar:

– Ajudar a organização a atingir sua missão;

– Propiciar meios para a realização dos objetivos da empresa;

– Atribuir equilíbrio entre as expectativas das empresas e dos colaboradores;

– Gerir a produtividade e a qualidade;

– Criar métodos para melhorar o desempenho individual e organizacional;

– Desenvolver e reter talentos;

– Garantir a motivação e o comprometimento dos colaboradores;

– Garantir um ambiente de trabalho saudável;

Por 

Disponível em:

http://www.ibccoaching.com.br/portal/rh-gestao-pessoas/importancia-gestao-pessoas-organizacoes/

GESTÃO DE PESSOAS BLOCO 1

http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/vanguarda-comunidade/videos/v/gestao-de-pessoas-bloco-1/6220210/

GESTÃO DE PESSOAS BLOCO 2

http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/vanguarda-comunidade/videos/v/gestao-de-pessoas-bloco-2/6220225/

GESTÃO DE PESSOAS BLOCO 3

http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/vanguarda-comunidade/videos/v/gestao-de-pessoas-bloco-3/6220388/

 

 

 

CHECK-UP PROFISSIONAL PASSO A PASSO

AS QUESTÕES ABAIXO, SE RESPONDIDAS COM SINCERIDADE, VÃO AJUDAR VOCÊ A PENSAR SOBRE SEUS OBJETIVOS DE LONGO PRAZO E A CRIAR UM PLANO DE AÇÃO PARA SUA CARREIRA, PROCURE REGISTRAR AS RESPOSTAS NA AGENDA, NO COMPUTADOR OU NO CELULAR, TANTO FAZ.

download

ETAPA 1

INTERESSES E OBJETIVOS

A) Se eu tivesse oportunidade, trocaria de profissão ou de ocupação?

B) O que eu gostaria de fazer? Por quê?

C) Qual é meu sonho profissional? O que falta para chegar lá?

PLANO DE AÇÃO: avaliar o grau de satisfação com o trabalho e criar um projeto de médio ou longo prazo. Por exemplo: “Quero ser diretor da empresa em que trabalho; meu objetivo é ir para a atividade acadêmica…”. Crie metas alinhadas à sua vocação e elenque o que terá de fazer para atingi-las.

download (1)

ETAPA 2

PERFORMANCE PROFISSIONAL

A) Em que sou realmente bom?

B) Propus inovações ou contribuí significativamente na minha empresa?

C) Posso desempenhar outra função?

PLANO DE AÇÃO: você precisa diagnosticar tendências no mercado ( quais são as competências técnicas e comportamentais mais desejadas na sua área ) e planejar sua atualização profissional. Deve elevar ainda seu nível de cultura geral, conhecer novos recursos tecnológicos e diversificar fontes de acesso à informação.

1479731414981

ETAPA 3

VIDA FINANCEIRA

A) Tenho reserva financeira de contingência?

B) Se perder o emprego, quantos meses eu conseguiria viver só de minhas economias?

C) Há renda extra? Qual é o valor dela?

PLANO DE AÇÃO: o primeiro passo é mapear receitas, cortar gastos e passar a poupar no mínimo 10% dos rendimentos para emergências. Pesquisar e fazer investimentos produtivos faz parte do pacote,assim como buscar atividade extra remunerada, que não o sobrecarregue. Mas crie um plano B.

images

ETAPA 4

NETWORKING

A) Minha rede de contatos é ampla?

B) De que maneira cultivo relacionamentos? Visito, telefono, escrevo?

C) Registro e organizo os meus contatos e encontros?

PLANO DE AÇÃO: aqui, é muito importante revisar e aprender procedimentos de networking. Resgate cartões e e-mails e registre seus relacionamentos, particularmente os mais interessantes. Tenha como meta reservar alguns minutos do dia para conversar de maneira descontraída com as pessoas.

Fonte: Revista SA edição 218

 

ANÁLISE DE COMPORTAMENTO – TESTE DE PERFIL COMPORTAMENTAL

“Ninguém é igual a ninguém. Todo ser humano é um estranho ímpar”, refletiu o poeta Carlos Drummond de Andrade. E não por acaso, cada um de nós tem seu modo de formar seus valores, comportamentos e de enxergar a vida. Ao longo de nossa existência, desenvolvemos percepções das pessoas e do mundo ao nosso redor, influenciados por nossos pais, família, amigos, religião, grupos sociais, como também pela negação ou aceitação dos valores da sociedade onde estamos inseridos.

Psicologia comportamental

No início da segunda década do século XX, os pesquisadores Edward L. Thorndike e John Watson iniciaram os estudos sobre o que se tornaria a psicologia comportamental, um ramo que restringe a observação das interações entre pensamentos e as ações realizadas pelos indivíduos. Devido a essa essência, esse ramo da psicologia se distanciou por completo da neurociência, que começava a dar seus primeiros passos na academia na mesma época.

A psicologia comportamental nasceu com o objetivo de extrapolar os campos de análise do comportamento e focar seus esforços no desenvolvimento das pessoas, com base nos dados obtidos pela observação. De acordo com Thorndike e Watson, essa ciência tem o poder de prever e modificar ações, tendo como base suas atitudes e o meio como ele vive.

Descubra seu perfil comportamental

A Análise do Comportamento através do teste de perfil comportamental proposta pelo Instituto Brasileiro de Coaching, adaptada do trabalho de Ned Hermann, é uma inovação, pois traça um perfil de cada um de nós a partir de um mapa comportamental que indica qual a dominância cerebral de cada indivíduo, e como estas preferências determinam os nossos comportamentos e os valores que motivam a todos nós.

Nesta análise do comportamento são traçados quatro modelos que indicam as características centrais de cada um dos perfis comportamentais, como: Idealização, Comunicação, Organização e Ação. Assim fazendo uma metáfora com alguns tipos de animais, podemos dizer que a Águia é idealizadora, o Gato – o comunicador, o Lobo – o organizado e o Tubarão – o executor.

Veja abaixo vídeos que explicam as competências e habilidades de cada perfil comportamental:

Tubarão

Um dos principais predadores do reino animal, as pessoas cujo resultado foi o tubarão são focadas e conseguem entregar o resultado de forma rápida e precisa. Quer saber mais sobre esse perfil? Assista ao vídeo abaixo:

Águias

Do alto, esses animais conseguem ver tudo de uma posição privilegiada sobre tudo. As pessoas que retiram a águia como resultado são pessoas que olham para o futuro e têm em sua essência a capacidade de provocar mudanças radicais. Confira o vídeo abaixo e saiba mais sobre os pontos fortes e de melhoria desse perfil.

Lobo

Sempre em matilha, as ações de cada um dos membros desse grupo segue uma ordem pré-determinada para que a ação realizada em conjunto tenha sucesso. As pessoas com esse perfil são organizadas e fazem tudo de forma estratégica e até mesmo metódica. Saiba mais sobre as características principais dos Lobos assistindo o vídeo abaixo:

Gato

Quem possui esse animal de estimação sabe como ele é carinhoso e companheiro. As pessoas com o perfil do Gato são comunicativas e trabalham muito bem em equipe. Eles têm um poder aglutinador, capaz de gerar harmonia em todo o ambiente. Para saber quais são os pontos fortes e fracos dos Gatos, veja o vídeo abaixo:

 

Por 

Faça o seu teste no link abaixo:

https://www.personalidades.mobi/Perfil_Comportamental/

Disponível em:

http://www.ibccoaching.com.br/portal/comportamento/analise-comportamento-teste-perfil-comportamental/

 

 

Competências Comportamentais Mais Valorizadas

Competências-Comportamentais-Mais-Valorizadas

Existem características profissionais que são valorizadas pelo mercado, independente da área de atuação.

Existe um profissional que seja perfeito? A pergunta é constante, mas na verdade cada empresa tem como resposta seu próprio perfil, que pode variar de acordo suas necessidades e as mudanças do mercado. Portanto, para se tornar um profissional bem visto é preciso se desenvolver de maneira completa, adquirindo competências tanto técnicas quanto comportamentais.

As competências técnicas são aquelas obtidas com a faculdade, cursos, treinamentos, palestras, congressos, livros, entre outras fontes de conhecimento. Já as competências comportamentais são conquistadas a partir do autoconhecimento, caminho que proporciona a compreensão e domínio sobre suas próprias habilidades, capacidades, oportunidades de melhoria e potencialidades. Invista em seu diferencial competitivo!

Qualidades Consideradas Importantes pelas Empresas

De modo geral, existem características profissionais que são valorizadas pelo mercado, independente da área de atuação, que são essenciais para alcance do sucesso em sua carreira. Entre elas, destacamos:

Liderança

A capacidade de liderar pessoas e equipes efetivamente, ou seja, extraindo o melhor de cada talento para alcance de grandes resultados e fazendo com que todas as pessoas consigam trabalhar em sinergia é uma qualidade procurada por empresas de todos os segmentos. As organizações buscam cada vez mais por profissionais que sejam capazes de serem porta-vozes de equipes e que tenham a habilidade trabalharem como um farol que irá guiar seu time, fazendo assim com que ele produza trabalhos melhores e com que seus componentes tenham mais qualidade de vida no âmbito profissional. Vale lembrar que para ser líder não precisar estar em cargo de gestão, pois a liderança pode ser aplicada independentemente de cargo ou função.

Automotivação

A automotivação é a capacidade de manter-se motivado mesmo diante das adversidades e desafios que por ventura a empresa possa estar passando. As empresas procuram por pessoas que tenham essa qualidade justamente por saberem que elas têm a tendência de tirarem proveito de situações complicadas e também de tornarem um cenário ruim em algo positivo a partir de sua própria motivação e força de vontade.

Trabalho em equipe

Ter habilidades para realizar trabalhos em conjunto, flexibilidade para lidar com diferentes perfis de pessoas e uma postura colaborativa é fundamental. O trabalho em equipe é fundamental, uma vez que um time deve trabalhar como um conjunto de engrenagens, onde todos colaboram e cada um faz sua parte para aumentar o desempenho de suas tarefas.

Criatividade

Esta é uma das qualidades profissionais onde o colaborador mostra sua capacidade de inovação para propor soluções, criar oportunidades e ousar fazer diferente. As pessoas criativas conseguem identificar resoluções alternativas para problemas que possam acontecer dentro da empresa, além de terem o talento para criarem novos métodos de trabalho e até mesmo novos produtos e serviços que podem ser oferecidos pela corporação em que trabalha!

Comunicação Efetiva

A falha de comunicação é um dos principais fatores que contribuem para a produção de problemas organizacionais. Portanto é determinante para o profissional que busca se destacar usar bem a oratória para expressar suas ideias com clareza, de modo que sua mensagem seja bem compreendida, tanto por seus colegas de trabalho como por seus clientes.

Capacidade de Negociação

Fazer gestão efetiva de situações de conflito, buscando sempre um entendimento pacífico, visando manter o bom clima organizacional. Essa capacidade de negociar também se estende ao público externo: parceiros, fornecedores e clientes, por exemplo. Um profissional que tem essa característica conseguirá tanto fechar novos trabalhos com clientes quanto negociar prazos e valores que sejam adequados tanto para a empresa quanto para quem a contrata.

Adaptabilidade

As mudanças acontecem e acompanhá-las é preciso para manter os resultados satisfatórios. Ser aberto a novo métodos de trabalho e desafios que o mercado possa proporcionar é uma característica de extremo valor para as empresas, uma vez que pessoas que têm problemas de adaptação podem causar conflitos na organização e se tornam resistentes a mudanças positivas.
O ser humano tem a necessidade inerente de domínio, por isso é uma reação natural resistir ao novo, mas lembre-se, são nas situações mais incômodas que mais crescemos!

Busca por conhecimentos

Profissionais que fogem da estagnação estão sempre em busca de desenvolvimento, e a zona de conforto não faz parte de sua natureza! Busque continuamente cursos de atualização, novos conhecimentos, aprimoramentos em sua profissão, como também seja bem informado sobre seu campo de atuação e atualidades gerais. Isso demonstra ambição por evolução!

Bom Humor

Segundo pesquisa da revista inglesa Management Today, pessoas infelizes são 80% menos produtivas. Além disso, ninguém gosta de trabalhar ao lado de quem vive de cara feia, não é mesmo? É essencial, portanto, buscar o equilíbrio emocional, cultivar emoções positivas e ter bom humor. Isso torna a convivência mais harmônica e os resultados melhores, sem contar que você terá mais leveza em seu trabalho e irá contribuir para um clima organizacional mais favorável.

Relacionamento Interpessoal

Essa capacidade influencia significativamente sua trajetória de crescimento na empresa. Relacionar-se de forma efetiva, garante a empatia com os colegas e líderes, possibilita minimizar os conflitos, estabelecer novos amigos, ganhar seguidores e influência para obter colaboração em seus projetos.

Como pudemos observar, o mercado de trabalho hoje exige que os colaboradores tenham diferenciais, isso inclui aprimorar e desenvolver competências de acordo com a realidade da organização em que atua.
Com isso, busque aprimoramento e esteja sempre atualizado sobre as tendências do mercado, mas especialmente sobre os comportamentos e habilidades mais desejadas pelas empresas.

Por José Roberto Marques

Disponível em:

http://www.ibccoaching.com.br/portal/comportamento/competencias-comportamentais-mais-valorizadas/